X

NOTÍCIAS

Publicada em 12/12/2020 às 12:41 | Atualizada em 12/12/2020 às 13:04

Astro de Transformers, Shia LaBeouf é acusado de agressão e abuso sexual pela cantora FKA Twigs

A artista afirmou que seu relacionamento com o ator era extremamente abusivo

Da Redação

Montagem-Divulgação

A cantora FKA Twigs entrou com uma ação contra o ator Shia LaBeouf por agressão, abuso sexual e psicológico e por supostamente tê-la dado uma doença sexualmente transmissível. Segundo informações do site TMZ, a artista fez inúmeras e terríveis acusações contra Shia no processo.

FKA afirmou que o ator, uma vez, a jogou contra um carro e tentou estrangulá-la. Em outra ocasião, ela também alegou que, enquanto eles estavam dirigindo, ele teria sacado uma pistola e dito que já havia matado cães de rua porque queria saber como era tirar uma vida, para que ele pudesse entrar na mente de um assassino.

Ela também disse que o astro tinha tanto ciúmes que literalmente contava o número de beijos que ela lhe dava em um determinado dia, e a repreendia se ela não atingisse a meta que ele havia estipulado. 

FKA ainda afirmou que o artista era paranoico e dormia com armas porque tinha medo de que membros de gangues estivessem atrás dele. Quanto à alegação de abuso sexual, a cantora alegou que o ex intencionalmente deu a ela uma DST, que ela acredita ter contraído em 2019, e diz que ele confessou ter tido alguma enfermidade, mas cobriu com maquiagem. Ela também afirmou que pelo menos uma outra mulher com quem Shia tinha um relacionamento contraiu a doença.

A estrela deixou claro que não está processando porque quer dinheiro, mas sim porque quer alertar outras mulheres: Shia LaBeouf machuca as mulheres. Ela entrou com uma ação por danos não especificados.

FKA Twigs também se manifestou sobre o assunto por meio de seu perfil oficial do Instagram, como você pode ver abaixo:

Pode ser surpreendente para você saber que eu estava em um relacionamento emocional e fisicamente abusivo. Também foi difícil para que eu processasse, durante e depois, e nunca pensei que algo assim fosse acontecer comigo. É por isso que decidi que é importante falar sobre isso e tentar ajudar as pessoas a entender que, quando você está sob o controle coercivo de um agressor ou em um relacionamento violento com um parceiro íntimo, sair não parece uma opção segura ou alcançável. Espero que, ao compartilhar minha experiência, eu possa realmente ajudar a fazer outros sentirem que não estão sozinhos, e lançar alguma luz naqueles que estão preocupados se alguém de quem gostam pode estar em um relacionamento abusivo, e como podem ajudar, porque eu entendo que pode ser confuso e difícil de saber o que fazer. 

As estatísticas sobre relações domésticas abusivas e violência contra parceiros íntimos são chocantes e durante a Covid eu estive realmente ansiosa, porque sei que muitas vítimas ficaram literalmente presas com seus agressores, sem nenhum alívio ou maneira de sair. Meu segundo pior pesadelo foi ser forçada a compartilhar com o mundo que sou uma sobrevivente de violência doméstica. Meu primeiro pior pesadelo foi não contar a ninguém e saber que poderia ter ajudado pelo menos uma pessoa ao compartilhar minha história.

O outro lado

Em breve declaração ao jornal The New York Times, Shia LaBeouf negou as acusações de FKA Twigs. Veja na íntegra:

Embora muitas dessas alegações não sejam verdadeiras, não estou em posição de defender nenhuma das minhas ações. Devo a essas mulheres a oportunidade de expor publicamente suas declarações e aceitar a responsabilidade por tudo o que fiz. Como alguém em recuperação, tenho que enfrentar lembretes quase diários de coisas que disse e fiz quando estava bebendo. 

Sempre foi fácil para mim aceitar a responsabilidade quando meu comportamento reflete o mal para mim mesmo, mas é muito mais difícil aceitar o conhecimento de que posso ter causado grande dor aos outros. Não posso reescrever a história. Só posso aceitá-la e trabalhar para ser melhor no futuro. Escrevo este como um membro sóbrio de um programa de doze passos e em terapia por meus muitos fracassos. 

Não estou curado de meu PTSD [Transtorno de Estresse Pós-Traumátco] e do alcoolismo, mas estou empenhado em fazer o que preciso fazer para me recuperar e sentirei para sempre pena das pessoas que posso ter prejudicado ao longo do caminho. 

A seguir, relembre os famosos que foram demitidos após acusações de assédio sexual:


Ed Westwick foi acusado por três mulheres de estupro em novembro de 2017. Ainda sob investigação, ele foi demitido da série White Gold e de um filme adaptado da obra de Agatha Christie, feito pela BBC, que refilmou as cenas dele com outro ator.

Deixe um comentário

Atenção! Os comentários do portal Estrelando são via Facebook, lembre-se que o comentário é de inteira responsabilidade do autor, comentários impróprios poderão ser denunciados pelos outros usuários, acarretando até mesmo na perda da conta no Facebook.

Enquete

Qual separação mais te chocou?

Obrigado! Seu voto foi enviado.