X

NOTÍCIAS

Publicada em 13/01/2021 às 13:43 | Atualizada em 13/01/2021 às 14:14

Duda Reis afirma que era espionada por Nego do Borel e diz ser vítima de agressões físicas e verbais: - Ele dizia que ia matar a minha família

A atriz fez um relato extremamente forte em seus Stories do Instagram

Da Redação

Montagem-Divulgação

Como você viu aqui no ESTRELANDO, Duda Reis afirmou na noite da última terça-feira, dia 12, que vivia uma relação abusiva com Nego do Borel. Entretanto, a atriz resolveu dar mais detalhes sobre a sua experiência na tarde desta quarta-feira, dia 13, como forma de se defender de um futuro posicionamento do artista. Nos Stories do Instagram, a atriz começa dizendo o seguinte:

- Confesso que estou nervosa, não estou me sentindo bem. Mas eu preciso gravar e preciso ser séria, honesta e o mais sucinta possível com vocês. Ontem eu dei um relato para vocês e não falei metade, da metade, da metade do que eu vivi. Mas eu falei uma coisa que é um fato: a primeira estratégia de um abusador é fazer da vítima uma maluca, se passar por uma louca.

Duda, então, confessa que recebia ameaças do músico.

- Eu era muito manipulada, eu tinha muito medo. Ele me ameaçava. Ele dizia que eu brigava com cachorro grande. Ele dizia que ia matar a minha família. Todas as vezes que eu me expus aqui a favor, eu era obrigada a fazer isso. Eu sentia medo, eu não sabia o que fazer. Eu me sentia um rato em um beco sem saída, era a pior sensação do mundo. Eu sabia tudo o que ele fazia, eu sabia de todas as coisas ilícitas em que ele está envolvido e sempre esteve. Não cabe a mim falar, mas cabe às autoridades do país investigarem.

E diz que vivia uma distorção do amor.

- Eu sempre tive medo dele, eu não conseguia sair. Eu era dependente emocional dele. Ele me passava que nunca na vida ninguém ia me querer. Nenhum homem seria capaz de amar uma mulher como eu. Porque ao mesmo tempo que eu não prestava, era um amor confuso. Eu apanhava e depois recebia amor. Então eu tinha medo. Eu fiquei três anos achando que o amor era você apanhar e depois receber um beijo. Sendo que amor não é isso. E ele quer me taxar como louca.

Além disso, a influenciadora revela que sofria diversos tipos de agressão.

- Eu sofri, sim, agressão física. Já tiveram episódios em que ele me empurrou, e um, inclusive, ele vai lembrar muito bem. Teve um episódio que ele me empurrou tão forte que eu caí em cima de várias cadeiras e me machuquei. E um amigo dele, que é uma figura pública, entrou no meio para apartar briga. Não briga, porque ele brigava sozinho. Mas entrou no meio para segurar. E isso vai fazer parte de uma das agressões do B.O. que eu estou abrindo contra ele.

E que, mesmo assim, acreditava que o então namorado pudesse melhorar.

- Não foi a primeira e nem foi a única agressão. Assim como todas as agressões verbais que eu ouvia e todas as manipulações. Eu era manipulada a sempre defendê-lo, enquanto eu, ao mesmo tempo, tentava acreditar que ele teria salvação. Mas mulher não é centro de reabilitação para homem com mau comportamento. Não é e ponto final.

Duda também afirma que era espionada e que todas as suas conversas eram gravadas, então ela não podia conversar com amigos, familiares ou até mesmo com a sua psicóloga. 

- Ele é um agressor. Mas todas as vezes que eu apontava para ele que ele era um agressor, ele vinha para mim surtando, de uma maneira que eu tinha muito medo. E aí ele começou a me gravar, e ele me filmava com perguntas do tipo Amor, eu te bato? E eu, por medo, falava que não. Amor, você não acha que seus pais são tóxicos? E eu, por medo, concordava. Porque na minha cabeça, eu não tinha saída.

A atriz continua, negando qualquer acusação de traição que possa vir da parte de Nego.

- Nunca traí ninguém. Nunca cometi um ato de traição. Mas pela situação que eu estava, pela maneira que eu era mal tratada, eu ver na internet em relacionamentos legais e saudáveis, eu pensei Caramba, eu mereço isso também. Realmente, no final da relação, eu comecei a ter desejo de conhecer outras pessoas. [...] Eu tenho todo o direito do mundo de querer algo bom para mim. Eu só não tinha forças para sair porque eu morria de medo. Só que eu não tenho medo mais.

E reafirma que o funkeiro filmava ações de caridade para se autopromover.

- Cuidado com a questão da caridade, porque é tudo uma mentira. Ele faz só para se autopromover mesmo. Ele gravava, parava de gravar e dizia Odeio pobre, odeio negro. Eles fedem. Ele é racista com ele mesmo. Então cuidado quando vocês forem aplaudir alguma ação social dele, porque não é do coração.

Por fim, Duda pede desculpas à sua família.

- Queria pedir perdão público à minha família, por não ter escutado eles. Os meus pais sempre me amaram muito e tudo foi um ato de amor. Queria muito pedir perdão e dizer que amo muito a minha família. Os pais de vocês querem o bem de vocês. Mãe, pai, irmã, meus familiares, meus amigos próximos, eu peço perdão. É libertador pedir perdão. Peço perdão se um dia eu invalidei vocês.

Triste, não é? A seguir, relembre outros términos conturbados dos famosos:


E falando em traição, outra separação bem polêmica envolveu o casal Crepúsculo. Apesar de estarem namorando, Kristen Stewart e Robert Pattinson nunca se deixaram ser fotografados juntos. Mas quando a atriz resolveu pular a cerca com Rupert Sanders, diretor de Branca de Neve e o Caçador, filme em que estava atuando, todos os fotógrafos viram e, claro, Robert ficou sabendo da traição. Eles terminaram o namoro e reataram pouco tempo depois, algo que não durou muito.

Deixe um comentário

Atenção! Os comentários do portal Estrelando são via Facebook, lembre-se que o comentário é de inteira responsabilidade do autor, comentários impróprios poderão ser denunciados pelos outros usuários, acarretando até mesmo na perda da conta no Facebook.

Enquete

A próxima temporada do Lady Night promete! Para qual entrevista você está mais ansioso?

Obrigado! Seu voto foi enviado.