X

NOTÍCIAS

Publicada em 13/01/2021 às 15:00 | Atualizada em 13/01/2021 às 14:03

Sequestrador do irmão de Zezé Di Camargo e Luciano é morto em confronto com a Polícia Militar do Paraná

Ozélio de Oliveira estava foragido desde 2018

Da Redação

Divulgação

Ozélio de Oliveira, que foi condenado pelo sequestro de Wellington Camargo, irmão da dupla Zezé Di Camargo e Luciano, morreu em um confronto com a Polícia Militar de Curitiba, no Paraná, na madrugada do último sábado, dia 9. 

Segundo informações do G1, Ozélio e mais quatro homens eram suspeitos de planejarem o sequestro de um empresário e foram localizados em São José dos Pinhais, na Região Metropolitana de Curitiba, em dois carros diferentes, após um trabalho de inteligência dos oficiais. Houve perseguição e confronto, onde todos os suspeitos foram mortos pela polícia.

Agora, o caso está sendo investigado pela Polícia Civil. De acordo com o tenente Cruz, nenhum policial foi ferido durante a ação.

- Eles vieram de São Paulo, eram faccionados, do crime organizado, e estavam envolvidos com situações criminosa, explicou o tenente.

Ozélio de Oliveira também era conhecido como Sumô. Além do sequestro de Wellington, ele já tinha sido condenado a mais de 108 anos de prisão por crimes como roubo e homicídio. Em setembro de 2018, ele fugiu da Penitenciária Estadual de Piraquara, também em Curitiba, junto com mais 28 presos. Na ocasião, criminosos fortemente armados explodiram um muro da prisão e resgataram os detentos.

O sequestro de Wellington aconteceu em 1998. O primeiro contato entre os bandidos e a família Camargo foi feito cinco dias após o rapto. Na madrugada do dia 13 de março de 1999, os sequestradores enviaram um pedaço da orelha de Wellington e um bilhete à uma emissora de televisão, para pressionar a família a pagar o resgate. 

No dia 20 de março, foi pago um resgate de 300 mil dólares. No dia seguinte, Wellington foi deixado dentro de um buraco a 150 metros de uma estrada vicinal, entre Goiânia e Guapó, na Região Metropolitana. Ele conseguiu sair do matagal sozinho e foi encontrado por dois motociclistas, que o reconheceram.


O bafafá envolvendo a família ganhou força na mídia depois que Zezé e Zilu Camargo colocaram um ponto final no casamento e o cantor sertanejo logo assumiu o romance com Graciele Lacerda. Tudo começou lá atrás, em 2014, mas a rivalidade entre os dois continuam até hoje, assim como uma batalha na justiça por causa dessa separação. Recentemente, Zilu pediu uma revisão do acordo de divórcio e entrou em um novo processo contra Zezé, de acordo com informações da revista Veja. A empresária alega, em processo presente na Comarca de Santana do Parnaíba, em São Paulo, que o sertanejo teria esvaziado o patrimônio do casal para se beneficiar durante a partilha dos bens, e pede a anulação do processo inicial e a revisão do acordo de divisão de bens. E sobrou até mesmo para o advogado que auxiliou o casal durante o divórcio! Zilu acusa César Alexandre Padula Miano, de ter se juntado a Zezé para beneficiá-lo durante a partilha dos bens. Atualmente, a empresária recebe 100 mil reais por mês, é sócia da empresa Quarteto Participações, de Goiânia, e tem um apartamento em Miami. Tenso, hein?

Deixe um comentário

Atenção! Os comentários do portal Estrelando são via Facebook, lembre-se que o comentário é de inteira responsabilidade do autor, comentários impróprios poderão ser denunciados pelos outros usuários, acarretando até mesmo na perda da conta no Facebook.

Enquete

O que você acha do casal Bruna Marquezine e Enzo Celulari?

Obrigado! Seu voto foi enviado.