X

NOTÍCIAS

Publicada em 16/04/2021 às 16:45 | Atualizada em 16/04/2021 às 16:55

Eduardo Costa confessa ter sentido ciúmes da live de Leonardo e Gusttavo Lima - e compara com traição

O cantor não gostou nada de ver Leonardo usando o nome do projeto dos dois com outro artista

Da Redação

Montagem-Divulgação

Como o ESTRELANDO já te contou, Eduardo Costa não gostou nada da Live Cachaça Cabaré, feita por Leonardo e Gusttavo Lima. Em nova entrevista, dessa vez para o canal Segunda Voz e Cia, o cantor revelou que sentiu ciúmes dos sertanejos e comparou a situação com uma traição. Eita! 

- Ciúmes é um sentimento que eu não gosto de sentir, mas você gostaria de ver um cara comendo a sua esposa? É mais ou menos isso. Você imagina, o projeto que eu idealizei. Esse projeto foi idealizado para cantar eu e Leonardo. Se as pessoas enxergarem como ciúmes, eu posso falar que tenho ciúmes sim. 

E continua:

- É um projeto que eu idealizei a minha vida inteira. Eu deitava na minha cama e eu sonhava o que a gente ia cantar. Você imagina eu virando noites e noites, produzindo, fazendo os arranjos. Você acha que eu vou acordar amanhã e falar: olha que legal, tão comendo minha esposa, que lindo. 

Para explicar seu sentimento, o cantor comparou a situação com outros sertanejos que também fizeram projetos juntos. 

- O projeto Amigos é Zezé Di Camargo & Luciano, Chitãozinho & Chororó e Leonardo. Esquece, ou é eles ou não é ninguém. O projeto Cabaré é Eduardo Costa e Leonardo. E o meu ciúme não é pelo Leonardo, porque o Leonardo já cantou com um monte de gente antes de cantar comigo, é o projeto, o nome, a marca. 

A seguir, relembre outras polêmicas do mundo sertanejo.


Deixe um comentário

Atenção! Os comentários do portal Estrelando são via Facebook, lembre-se que o comentário é de inteira responsabilidade do autor, comentários impróprios poderão ser denunciados pelos outros usuários, acarretando até mesmo na perda da conta no Facebook.

Enquete

O que você achou da vitória de Juliette no BBB21?

Obrigado! Seu voto foi enviado.