X

NOTÍCIAS

Publicada em 14/06/2024 às 00:00 | Atualizada em 14/06/2024 às 14:46

Elenco de Avassaladoras 2.0 morou um mês junto para filmagens e revela perrengues dos bastidores, confira

Juliana Baroni, Fefe Schneider e mais contaram como foi a experiência de gravar as cenas durante a pandemia de Covid-19

Larissa Isabella

Larissa Isabella

O mais novo filme nacional que promete levar os adolescentes para o cinema já foi lançado. Na última quinta-feira, dia 13, Avassaladoras 2.0 estreou nas telonas de todo o Brasil. O longa é um spin-off de Avassaladoras, de 2002, que agora conta a história da filha de Laura, protagonista do primeiro.

Bebel [Fefe Schneider] viaja com a mãe, Laura [Juliana Baroni] ao Brasil de férias e reencontra amigos. Mas em meio a isso tudo, ela fica perto do influenciador com quem conversa há meses, J-Crush, papel de Murilo Bispo. Para tentar impressioná-lo, ela acabou inventando várias mentiras sobre sua suposta carreira de sucesso como atriz.

Cheio de emoções, as filmagens do longa não poderiam ter tido bastidores super calmo. Em uma conversa com alguns jornalistas, em que o ESTRELANDO marcou presença, o elenco contou algumas histórias do que rolou por trás das câmeras.

Relembrando o tempo que o filme já havia sido produzido, Murilo comemorou que em meio ao alto perigo de contaminação da Covid-19, eles tiveram esse trabalho para relaxar.

- Como foi durante um período pandêmico foi um sopro os momentos de gravação.

Jeanny Soares, que deu vida à Alessandra, contou que o tempo fora dos sets era meio divertido, já que eles estavam morando juntos. A atriz falou que foi seu primeiro trabalho, vale lembrar, que ela brilhou em Vai Na Fé, como a Sol jovem. O grupo curtiu bastante estando no mesmo apartamento:

- Foi meu primeiro filme, também meu primeiro trabalho, acho que o que foi mais especial foi a nossa parceria. Chegávamos em casa e a gente trocava, porque moramos juntos por um tempo, batia texto, entrávamos no apartamento errado. Foi muito gostoso.

Outra curiosidade era a locação em que a maior parte do filme se passa: a casa da produtora Walkiria Barbosa. Ela também bateu um papo e contou que a disciplina do elenco e da equipe fez o longa acontecer em meio à pandemia. Isso porque, nenhum deles pegou a doença e se comprometeu a ficar sem sair para alguns lugares, como festas.

- A gente filmou grande parte do filme na minha casa, não era no final da pandemia ainda, a gente fazia teste dia sim e dia não. Tinha justamente o desafio de conviver em um momento tão complexo como aquele, imagina, se uma pessoa pegasse covid, a gente tinha que parar. O elenco e a equipe foram muito parceiros.

Uma marca de Bebel em Avassaladoras 2.0 foram as unhas coloridas. Mas para conseguir o visual, Fefe passou por poucas e boas, com direito a reclamação para a equipe. 

- Eu não sei porque, mas eu decidi que Bebel tinha que ter uma unha chamativa, só que a gente estava no Rio, geralmente eu faço em São Paulo e eu não achava uma manicure que fizesse a minha unha [de gel]. A gente estava todo mundo na mesma casa, e foi uma moça, que ela arrancou todas as minhas unhas. Enquanto ela fazia, eu olhava para Bianca chorando, tipo: ela está me machucando muito. Eu mal, não era brincadeira. Mandei mensagem para a Solange: essa moça está arrancando a minha unha. Só que ela mandou mensagem para a moça na hora, então ficou uma situação. Acabou que eu não fiz a unha. 

Deixe um comentário

Atenção! Os comentários do portal Estrelando são via Facebook, lembre-se que o comentário é de inteira responsabilidade do autor, comentários impróprios poderão ser denunciados pelos outros usuários, acarretando até mesmo na perda da conta no Facebook.

Enquete

Qual dos últimos acontecimentos do mundo dos famosos mexeu mais com você?

Obrigado! Seu voto foi enviado.

Elenco de <I>Avassaladoras 2.0</I> morou um mês junto para filmagens e revela perrengues dos bastidores, confira

Elenco de Avassaladoras 2.0 morou um mês junto para filmagens e revela perrengues dos bastidores, confira

18/Jul/

O mais novo filme nacional que promete levar os adolescentes para o cinema já foi lançado. Na última quinta-feira, dia 13, Avassaladoras 2.0 estreou nas telonas de todo o Brasil. O longa é um spin-off de Avassaladoras, de 2002, que agora conta a história da filha de Laura, protagonista do primeiro.

Bebel [Fefe Schneider] viaja com a mãe, Laura [Juliana Baroni] ao Brasil de férias e reencontra amigos. Mas em meio a isso tudo, ela fica perto do influenciador com quem conversa há meses, J-Crush, papel de Murilo Bispo. Para tentar impressioná-lo, ela acabou inventando várias mentiras sobre sua suposta carreira de sucesso como atriz.

Cheio de emoções, as filmagens do longa não poderiam ter tido bastidores super calmo. Em uma conversa com alguns jornalistas, em que o ESTRELANDO marcou presença, o elenco contou algumas histórias do que rolou por trás das câmeras.

Relembrando o tempo que o filme já havia sido produzido, Murilo comemorou que em meio ao alto perigo de contaminação da Covid-19, eles tiveram esse trabalho para relaxar.

- Como foi durante um período pandêmico foi um sopro os momentos de gravação.

Jeanny Soares, que deu vida à Alessandra, contou que o tempo fora dos sets era meio divertido, já que eles estavam morando juntos. A atriz falou que foi seu primeiro trabalho, vale lembrar, que ela brilhou em Vai Na Fé, como a Sol jovem. O grupo curtiu bastante estando no mesmo apartamento:

- Foi meu primeiro filme, também meu primeiro trabalho, acho que o que foi mais especial foi a nossa parceria. Chegávamos em casa e a gente trocava, porque moramos juntos por um tempo, batia texto, entrávamos no apartamento errado. Foi muito gostoso.

Outra curiosidade era a locação em que a maior parte do filme se passa: a casa da produtora Walkiria Barbosa. Ela também bateu um papo e contou que a disciplina do elenco e da equipe fez o longa acontecer em meio à pandemia. Isso porque, nenhum deles pegou a doença e se comprometeu a ficar sem sair para alguns lugares, como festas.

- A gente filmou grande parte do filme na minha casa, não era no final da pandemia ainda, a gente fazia teste dia sim e dia não. Tinha justamente o desafio de conviver em um momento tão complexo como aquele, imagina, se uma pessoa pegasse covid, a gente tinha que parar. O elenco e a equipe foram muito parceiros.

Uma marca de Bebel em Avassaladoras 2.0 foram as unhas coloridas. Mas para conseguir o visual, Fefe passou por poucas e boas, com direito a reclamação para a equipe. 

- Eu não sei porque, mas eu decidi que Bebel tinha que ter uma unha chamativa, só que a gente estava no Rio, geralmente eu faço em São Paulo e eu não achava uma manicure que fizesse a minha unha [de gel]. A gente estava todo mundo na mesma casa, e foi uma moça, que ela arrancou todas as minhas unhas. Enquanto ela fazia, eu olhava para Bianca chorando, tipo: ela está me machucando muito. Eu mal, não era brincadeira. Mandei mensagem para a Solange: essa moça está arrancando a minha unha. Só que ela mandou mensagem para a moça na hora, então ficou uma situação. Acabou que eu não fiz a unha.