X

NOTÍCIAS

Publicada em 07/06/2016 às 14:51 | Atualizada em 07/06/2016 às 15:18

Helen Mirren prova ser uma verdadeira dama britânica e elogia Kim Kardashian, entenda!

A atriz elogiou as belas curvas da socialite e muito mais

Da Redação

Getty Images

Sofisticação e classe têm uma representante na Terra e ela é Helen Mirren. Completamente fabulosa aos 70 anos de idade, a atriz que até já deu uns amassos em Robert DeNiro, e tem uma quedinha por homens mais novos, inclusive pelo Vin Diesel, Helen não mostra sinais de diminuir o ritmo.

Tanto que, em entrevista para o jornal The Telegraph, a rainha da Broadway prova mais uma vez estar dentro das tendências e quando o assunto é Kim Kardashian, a fala de Mirren é surpreendemente positiva:

- Eu não estou muito por dentro das Kardashians. É um fenômeno que eu apenas não acho interessante, mas essa é uma grande palavra: bunda! É maravilhoso que você seja permitido de ter uma bunda hoje em dia. Graças à madame Kardashian e antes dela, a J.Lo (Jennifer Lopez). Nós também somos permitidas em ter coxas agora, o que é ótimo também. É muito positivo. 

E a estrela também revela ao jornal que não se importa em envelhecer e tudo por causa de sua mãe: 

Ela me dizia que quando eu tivesse 20 anos de idade eu odiaria ter 40 anos de idade, mas que quando eu chegasse aos 40 eu nunca iria querer ter 20 anos de idade de novo. Não significou nada para mim quando ela disse, mas ela estava muito certa e penso nisso sempre. Para mim, uma das melhores coisas em ficar mais velha é me livrar do símbolo de ser sexy. Há coisas boas e ruins em envelhecer. Cada idade que você passou revela a nova pessoa que você se tornou. Eu amei ser jovem, mas também curti todos os outros estágios de minha vida de maneira diferente. 

Aliás, ela mal pode esperar para completar 80 anos de idade:

- Eu estou muito feliz em estar nos meus 70 anos de idade e terei outra pessoa em mim quando tiver 80 anos e eu mal posso esperar para conhecê-la.  

Helen, também, adora mulheres que quebram o padrão da sociedade e que não tem medo de enfrentar as normas:

- Quando eu estava crescendo, era uma coisa muito horrível de ter a alça do sutiã aparecendo. As mulheres tinham que se conformar em um padrão. Eu amo mulheres sem vergonha. Sem vergonha e orgulhosas de serem assim. Mulheres eram controladas através do senso de vergonha então eu amo mulheres que tem controle do próprio corpo: Madonna, Chrissie Hynde, Joan Jett, Bonnie Raitt. Eu amo a banda Pussy Riot mais do que tudo no mundo. Eles todos levantam o dedo do meio contra essa marca de vadias. Elas usam o que querem usar e se comportam como querem. 

Deixe um comentário

Atenção! Os comentários do portal Estrelando são via Facebook, lembre-se que o comentário é de inteira responsabilidade do autor, comentários impróprios poderão ser denunciados pelos outros usuários, acarretando até mesmo na perda da conta no Facebook.

Enquete

Qual acontecimento você estava mais ansioso para que acontecesse?

Obrigado! Seu voto foi enviado.