X

FOTOS

Publicada em 18/10/2016 às 07:17 | Atualizada em 18/10/2016 às 08:08

Ex-namorada de Jim Carrey escreveu diversos bilhetes suicidas durante relacionamento com ator, diz site

Investigadores encontraram diversas cartas de Cathriona White citando o ator e seu pai

Da Redação

As investigações sobre a morte da ex-namorada de Jim Carrey, Cathriona White,  que morreu em 2015 após uma overdose de remédios, continuam a desvendar novos segredos sobre o relacionamento do astro com a enfermeira.

De acordo com o TMZ, Cathriona teria deixado diversos bilhetes suicidas durante os anos em que namorou o ator, antes de cometer o suicídio e deixar uma última carta. Fontes revelaram ao veículo que investigadores encontraram anotações que sugeriram que Cathriona estava prestes a se matar, mas acabou não o fazendo.

A primeira carta que teria sido encontrada esta com a data de outubro de 2012, um mês após a morte de seu pai, quando ela namorava Jim Carrey há apenas dois meses. Cathriona escreveu que achava que não se encaixava neste mundo e que era tão problemática para qualquer um realmente amá-la. Ela ainda disse que amava o namorado e pedia desculpas a ele, sem revelar o motivo do pedido. 

No segundo bilhete, escrito logo após o término do namoro, em maio de 2013, Cathriona acusa Jim Carrey de contaminá-la com doenças sexualmente transmissíveis e ainda o culpa por seus pensamentos suicidas. Ela teria escrito meu sangue está em suas mãos e você puxou o gatilho contra mim. Novamente, o bilhete acabou ficando apenas registrado e Cathriona ainda não havia tirado sua própria vida. 

Ainda segundo o veículo, os dois reataram dezoito meses depois da carta e tiveram um encontro romântico em Malibu, apenas nove dias antes de sua morte, o que pode ser crucial para o processo movido pelo ex-marido e pela mãe de Cathriona contra Jim Carrey, que também está com investigadores particulares para tentar desvendar o passado sujo da família. E, apesar disso, a investigação leva a crer que mesmo que ela estivesse aborrecida com o astro de Hollywood em 2013 por causa das doenças, acabou reatando com o ator em 2014, o que mostraria que ela estava perturbada e abalada com outras coisas em sua vida além de Jim Carrey, sendo uma delas o terceiro aniversário da morte de seu pai.

O tabloide ainda noticiou que o bilhete suicida final de Cathriona, encontrado junto de seu corpo, menciona que ela estaria de coração partido, mas não cita as doenças sexualmente transmissíveis. Em um dos bilhetes, ela teria dito que Jim Carrey era sua família e o deixou encarregado de seu funeral e testamento, sem mencionar o ex-marido ou a mãe. 


Deixe um comentário

Atenção! Os comentários do portal Estrelando são via Facebook, lembre-se que o comentário é de inteira responsabilidade do autor, comentários impróprios poderão ser denunciados pelos outros usuários, acarretando até mesmo na perda da conta no Facebook.

Enquete

Qual polêmica envolvendo casais famosos mais te surpreendeu?

Obrigado! Seu voto foi enviado.