X

FOTOS

Publicada em 19/02/2019 às 10:42 | Atualizada em 19/02/2019 às 11:04

Após negar ser pivô de separação, Marina Ruy Barbosa desmente festa proibida só para atores de O Sétimo Guardião

Atriz se defendeu mais uma vez das acusações de que teria tido envolvimento com o ator José Loreto, seu par romântico na novela das novela da TV Globo

Da Redação

X
X

Marina Ruy Barbosa continua sendo bombardeada por internautas sobre o suposto envolvimento da atriz com José Loreto, que culminou no término do casamento do ator com Débora Nascimento. Mesmo após negar que tenha sido pivô da separação e se envolvido com o colega de elenco em O Sétimo Guardião, seguidores da ruiva no Instagram continuam a questionando sobre o desenrolar da história.

A pergunta que não quer calar: que festa foi essa que dizem que você deu e não podia levar seus companheiros e nem celular? Por que essa regra? Você gostaria que seu marido fosse à uma festa assim? Eu, no mínimo, como esposa, acharia estranho, escreveu uma seguidora.

A festa que a internauta cita foi noticiada pelo colunista Léo Dias, que afirmou que o suposto evento que teria sido organizado por Marina Ruy Barbosa para reunir os colegas que atuam no folhetim das novela da TV Globo. Entre os convidados, estaria José Loreto. Após a reunião entre os amigos, Débora teria colocado um fim na relação. 

Marina pôs fim às dúvidas dos internautas e afirmou que a festa nunca existiu. Para completar, declarou que na data do evento, ela estaria, na verdade, acompanhada do marido, Alexandre Negrão:

Isso não existe meu bem. Nesse dia da suposta festa proibida em minha casa, eu estava bem agarradinha com meu marido. Parem de cair em fake news e alimentar ainda mais isso.


Deixe um comentário

Atenção! Os comentários do portal Estrelando são via Facebook, lembre-se que o comentário é de inteira responsabilidade do autor, comentários impróprios poderão ser denunciados pelos outros usuários, acarretando até mesmo na perda da conta no Facebook.

Enquete

Qual a sua opinião sobre as acusações de assédio contra Marcius Melhem?

Obrigado! Seu voto foi enviado.