X

FOTOS

Publicada em 25/10/2019 às 13:13 | Atualizada em 25/10/2019 às 17:59

Kanye West rebate comentários sobre sua crítica ao vestido sexy de Kim Kardashian: - Outros homens casados estão felizes em me ouvir dizer isso

Em entrevista, o também comentou sobre espiritualidade, carreira e seu vício em pornografia

Da Redação

Nós te mostramos aqui no ESTRELANDO que em recente episódio de Keeping Up With The Kardashians, Kanye West apareceu falando que não gostou do vestido polêmico de Kim Kardashian para o Met Gala de 2019, por ser sexy demais. Agora, em entrevista ao jornalista Zane Lowe para a Beats 1, o rapper comentou sobre a repercussão da sua fala, além disso, também falou sobre seu vício em pornografia, espiritualidade e carreira. 

O vestido em questão é composto por corset de silicone bem justo ao corpo e, na ocasião, Kanye não ficou nada feliz com a escolha da socialite, e deixou isso bem claro na sua fala na época. Sobre isso, ele comentou:

Há outros homens casados que eu sei que estão felizes em me ouvir dizer isso. A mídia social solicita às mulheres, em particular, que divulguem conteúdo que não divulgariam no passado. Quando eu era mais jovem e queria ver algo assim, tive que pagar a alguém mais velho... Agora tenho amigos que têm filhos no ensino médio e isso está prontamente disponível, se defendeu. 

Depois do comentário sobre o vestido, ele foi muito criticado nas redes, mas ressalta que aprecia esse sofrimento causado:

Sofro e aprecio o sofrimento, porque podemos sentir um pouco do que Jesus experimentou, mas sofro nas mídias sociais.

Agora, quando o assunto é infância e pornografia, o rapper se abriu ao entrevistador, e revelou ter sido apresentado a isso muito pequeno, mas que Deus o ajudou a superar o vício:

- A Playboy era minha porta de entrada para o vício em pornografia. Meu pai deixou uma Playboy para fora quando eu tinha cinco anos, e isso afetou quase todas as escolhas que fiz pelo resto da minha vida, desde os cinco anos, até agora, por ter que abandonar o hábito. Com Deus, eu consegui vencer as coisas que tinham controle total sobre mim.

O pai de quatro filhos aproveitou para contar também mais sobre seu diagnóstico de bipolaridade:

- Eu estou tentando mostrar que alguém diagnosticado ainda pode dirigir e ser o fundador de uma organização multibilionária. Ainda pode estar a serviço de Cristo. Ainda pode ser um bom marido e um bom pai. Minha vida não termina com esse diagnóstico e não serei estigmatizado e discriminado.

Por fim, o artista comentou sobre sua nova fase na carreira, dedicada mais ao cristianismo:

Agora que estou a serviço de Cristo, meu trabalho é espalhar o evangelho, para que as pessoas saibam o que Jesus fez por mim.

Seu primeiro álbum cristão, Jesus is King, estava previsto para ser lançado no próximo domingo, dia 27, mas foi adiantado. Antes mesmo desse primeiro vir a público, Kanye anunciou seu segundo projeto, chamado Jesus is Born, e que será lançado no dia de Natal.

Relembre, abaixo, 11 das maiores polêmicas de Kim Kardashian e Kanye West:


Deixe um comentário

Atenção! Os comentários do portal Estrelando são via Facebook, lembre-se que o comentário é de inteira responsabilidade do autor, comentários impróprios poderão ser denunciados pelos outros usuários, acarretando até mesmo na perda da conta no Facebook.

Enquete

Você está ansioso para o nascimento do filho de Marília Mendonça?

Obrigado! Seu voto foi enviado.