X

NOTÍCIAS

Publicada em 17/03/2019 às 15:30 | Atualizada em 17/03/2019 às 15:59

Maria Casadevall fala sobre críticas por ter mostrado seios no Carnaval: Não me senti massacrada; vem saber mais!

A atriz concedeu uma entrevista ao Jornal Extra em que, dentre outros assuntos, falou sobre o episódio

Da Redação

Divulgação-TV Globo

Maria Casadevall foi uma figura bastante comentada no Carnaval 2019 por ter ido a um bloquinho com os seios de fora. A atriz, que está na nova série brasileira da Netflix, Coisa Mais Linda, deu uma entrevista ao Jornal Extra em que falou sobre sua postura na folia e também fez um novo comentário sobre o feminismo

A atriz afirmou que sua postura no bloco de rua de São Paulo foi uma escolha pessoal e que considerou sua ação como um privilégio:

- Entendo que estava ali numa condição favorável por poder fazer escolhas e pelos privilégios que me cercam por ser uma mulher branca, pública, estar dentro de um padrão em que me colocaram e que garantiriam minha integridade física.

Ela também, de forma surpreendente e inesperada, não deixou de mencionar as críticas que recebeu e disse:

- Não me senti massacrada pelos comentários contrários. De certa forma, foi libertador.

Maria também usou o feminismo para falar de seu papel na produção do serviço de streaming:

- Ela poderia viver a vida estando nesse lugar confortável, só que acontece uma fatalidade e ela é obrigada a fazer escolhas. O que já é um privilégio. Ela tem a chance de escolher. Quantas mulheres têm?

Além disso, ela também mencionou o processo para que se tornasse empoderada:

- Eu nunca me sentia confortável como mulher mesmo. Eu não me sentia bem, não sabia apontar a origem desse desconforto. Fui entendendo bem aos pouquinhos. Primeiro na minha trajetória pessoal. E quando consegui me conectar com esse feminino e com os valores nos quais acredito, foi incrível!

Confira abaixo outro momento em que a atriz fala sobre o movimento pela igualdade de gênero:



Já quando o assunto é a descriminalização das drogas, Maria também se mostra a favor: Sobre a descriminalização das drogas, sou a favor de um amplo debate que não defenda interesses nem privilégios, que discuta efetivamente a possibilidade de regulamentação e controle sobre produção e venda e que leve em consideração as condutas desiguais dos agentes de repressão em relação ao porte, uso e tráfico de drogas de acordo com raça e condição social.

Deixe um comentário

Atenção! Os comentários do portal Estrelando são via Facebook, lembre-se que o comentário é de inteira responsabilidade do autor, comentários impróprios poderão ser denunciados pelos outros usuários, acarretando até mesmo na perda da conta no Facebook.

Enquete

Você acha que Pedro Scooby e Luana Piovani podem se reconciliar?

Obrigado! Seu voto foi enviado.