X

NOTÍCIAS

Publicada em 17/03/2019 às 14:30 | Atualizada em 17/03/2019 às 14:59

Maria Casadevall fala sobre críticas por ter mostrado seios no Carnaval: Não me senti massacrada; vem saber mais!

A atriz concedeu uma entrevista ao Jornal Extra em que, dentre outros assuntos, falou sobre o episódio

Da Redação

Divulgação-TV Globo

Maria Casadevall foi uma figura bastante comentada no Carnaval 2019 por ter ido a um bloquinho com os seios de fora. A atriz, que está na nova série brasileira da Netflix, Coisa Mais Linda, deu uma entrevista ao Jornal Extra em que falou sobre sua postura na folia e também fez um novo comentário sobre o feminismo

A atriz afirmou que sua postura no bloco de rua de São Paulo foi uma escolha pessoal e que considerou sua ação como um privilégio:

- Entendo que estava ali numa condição favorável por poder fazer escolhas e pelos privilégios que me cercam por ser uma mulher branca, pública, estar dentro de um padrão em que me colocaram e que garantiriam minha integridade física.

Ela também, de forma surpreendente e inesperada, não deixou de mencionar as críticas que recebeu e disse:

- Não me senti massacrada pelos comentários contrários. De certa forma, foi libertador.

Maria também usou o feminismo para falar de seu papel na produção do serviço de streaming:

- Ela poderia viver a vida estando nesse lugar confortável, só que acontece uma fatalidade e ela é obrigada a fazer escolhas. O que já é um privilégio. Ela tem a chance de escolher. Quantas mulheres têm?

Além disso, ela também mencionou o processo para que se tornasse empoderada:

- Eu nunca me sentia confortável como mulher mesmo. Eu não me sentia bem, não sabia apontar a origem desse desconforto. Fui entendendo bem aos pouquinhos. Primeiro na minha trajetória pessoal. E quando consegui me conectar com esse feminino e com os valores nos quais acredito, foi incrível!

Confira abaixo outro momento em que a atriz fala sobre o movimento pela igualdade de gênero:



Já quando o assunto é a descriminalização das drogas, Maria também se mostra a favor: Sobre a descriminalização das drogas, sou a favor de um amplo debate que não defenda interesses nem privilégios, que discuta efetivamente a possibilidade de regulamentação e controle sobre produção e venda e que leve em consideração as condutas desiguais dos agentes de repressão em relação ao porte, uso e tráfico de drogas de acordo com raça e condição social.

Deixe um comentário

Atenção! Os comentários do portal Estrelando são via Facebook, lembre-se que o comentário é de inteira responsabilidade do autor, comentários impróprios poderão ser denunciados pelos outros usuários, acarretando até mesmo na perda da conta no Facebook.

Enquete

Qual famosa vai arrasar nos desfiles das escolas de samba em 2020?

Obrigado! Seu voto foi enviado.