X

NOTÍCIAS

Publicada em 26/06/2019 às 23:05 | Atualizada em 26/06/2019 às 17:11

Paula Lima fala sobre os desafios de fazer parte do Circo Turma da Mônica - Brasilis e elogia Mauricio de Sousa: - Uma pessoa singular, eu nunca vi nada igual

A cantora faz uma participação especial no musical, que estreia no dia 29 de junho

Carolina Rocha

Divulgação

A Mauricio de Sousa Produções tem uma novidade bem legal para você! Em comemoração aos seus 60 anos, a empresa desenvolveu um espetáculo chamado Circo Turma da Mônica - Brasilis, que passará por dez cidades e contemplará todas as cinco macrorregiões do Brasil. Com foco na diversidade brasileira, a atração conta com Fafy Siqueira, Paula Lima e, claro, os personagens icônicos de Mauricio de Sousa no elenco. E em entrevista ao ESTRELANDO, Paula falou sobre os desafios de toda essa experiência, já que ela dá voz - literalmente! - a todo o roteiro da história. 

- Eu acredito muito, em primeiro lugar, em grandes projetos e projetos com muito amor. E é o caso desse projeto. Eu fiquei muito impressionada com a grandiosidade e fiquei muito surpresa com as ideias todas. Desde o figurino, até Olodum [participação musical], eu, Fafy [Siqueira] junto com a Turma, de uma maneira tão interativa, tão interessante e inteligente. Eu adoro falar sobre diversidade e cultura, e como cantora, pensando nos desafios, eu acho que tem uma engrenagem também que eu tenho que pensar. E essa engrenagem é uma equipe muito grande, é um elenco muito grande, e um depende do outro. Tem a dependência e a liberdade de criação de cada um, mas existe um espetáculo, existe uma história a ser contada. O que é diferente de eu cantar uma história no meu show. E fazer parte desse coletivo é sempre muito interessante, é sempre um grande aprendizado, mas não deixa de ser um desafio. E a história também de eu representar, interpretar de uma outra maneira, e também dançar, de certa forma. Existe um número criado a ser seguido. Então é diferente do meu habitat natural. Eu saio de uma área de conforto e vou para uma área muito colorida e muito desafiadora. Então eu acho que pensar na questão da coreografia, mais a música e toda essa engrenagem que faz parte, talvez seja um desafio para mim. E acho também o acertar o tom da questão da criança, que tem uma pureza, uma leveza. Essa coisa que é sério, mas é divertido. Então tudo isso é um grande desafio, mas tem sido imensamente prazeroso e surpreendente positivamente. 

Paula também falou sobre a sensação de trabalhar com o público infantil. 

- Está sendo uma delícia porque eu sou muito apaixonada por criança, em primeiro lugar. Eu acho que a gente vive um momento muito delicado do ser humano, de uma maneira geral, no mundo inteiro e aqui no Brasil também. Eu estou vendo coisas que nunca imaginei ver. Então eu acho que o nosso futuro, o lado positivo da história, está muito nas crianças. Então eu acho que existe uma missão de ensinar, de transformar, de passar coisas sobre valores, sobre gente... Eu tenho isso como missão pra mim. Eu acho que a gente transforma adulto, mas criança é uma pedra preciosa. O olhar, o brilho nos olhos. Esse universo do bem está muito presente na minha vida. Eu estou muito feliz. É uma tremenda viagem musical, colorida, leve, inteligente, com grandes sacadas para que as coisas mudem. Acho que esse é o grande propósito. 

Mas não deixou de citar também, os adultos - já que o lema da Mauricio de Sousa Produções é, justamente, criar obras que possam entreter toda a família. 

- Nós, que somos adultos e participamos dessa espetáculo, a gente se emociona. É uma coisa muito verdadeira, de um bem com muita polidez. E que realmente faz todo o sentido. Eu fico muito emocionada. Tem uma coisa de coração ali, que eu acredito que vá mexer com o coração de todo mundo. 

O espetáculo, inclusive, está ajudando Paula com o seu novo disco, que será lançado em breve. 

- Eu venho trabalhando em um projeto que deve ser lançado no final deste ano ou começo do ano que vem, que é o meu próximo disco, e o tema principal é justamente a evolução do ser-humano, a evolução espiritual e o respeito em relação ao próximo. Eu sou uma mulher negra, então obviamente eu tenho um outro olhar sobre a minha negritude, então eu tenho esse assunto também para tratar. De uma forma leve, de uma forma que não é uma questão de bandeira, é uma questão de humanização. Então é isso que eu tenho comigo e é isso que eu vou levar para o meu próximo disco, com muito swing, com muito balanço, com muito sorriso, mas são temas sérios que precisam cada vez mais serem tratados, falados e aprofundados.

A cantora ainda falou sobre Milena, personagem negra que estará no musical e que foi anunciada como a nova integrante da Turma da Mônica em janeiro de 2019. 

- Quando eu vi a Milena, meu coração acelerou. Fiquei emocionadíssima, postei em tudo quanto é rede. Eu realmente não pensei se era cedo ou se era tarde, eu pensei no presente que a gente tava recebendo da Turma da Mônica e do Mauricio de Sousa. Eu tive a sorte de encontrar o Mauricio e a primeira coisa que ele veio falar comigo foi sobre a Milena. E ele estava emocionadíssimo falando das cartas que ele tem recebido das crianças negras. Isso é o máximo, é muito importante. Porque a gente está falando da maior turma de todos os tempos do Brasil, que é a Turma da Mônica. E que está no mundo inteiro fazendo história. É tudo muito grande, muito importante. A Milena chega com um valor imensurável para todos os negros e para essa questão do olhar sobre o outro, de todas as pessoas, de todas as raças, para que todo mundo realmente tenha o seu lugar, o seu espaço, o seu lugar de fala e o seu protagonismo. 

Por fim, Paula falou um pouco sobre a pessoa por trás da turminha: Mauricio de Sousa.

- O Mauricio é completamente leve. Ele tem uma paixão pela vida, pelo pouco que eu convivi, mas ao mesmo tempo ele é muito presente. A gente anda pela Mauricio [a MSP, Mauricio de Sousa Produções] e do nada ele está lá. Essa desconstrução do gênio, que é o criador de um império... ele é uma pessoa que tem um lado criança, acho que isso está na sua essência. E ao mesmo tempo ele é inteligentíssimo, completamente atento, e conhece os assuntos dos quais ele trata e também dos quais ele não trata. É uma admiração tão grande que a gente tem por ele, e é tão impressionante a vitalidade e a verdade dele, a alegria dele... Se eu chegar aos 60 assim, já estou no lucro. Aos 70, então. Aos 90, vamo lá! O Mauricio realmente é uma pessoa singular, eu nunca vi nada igual e é um presente estar podendo respirar esse lugar. 

A seguir, confira a sinopse do espetáculo Circo Turma da Mônica - Brasilis, que estreia em São Paulo no próximo sábado, dia 29 de junho.

Já é noite na Vila Abobrinha. Sob o céu estrelado e aos sons da natureza, Mônica, Magali, Cebolinha e Cascão estão brincando na casa do Chico Bento e falam sobre as diferenças entre a cidade e a roça. De repente, eles se deparam com a seguinte pergunta: o que é diversidade cultural? Para responder, Vó Dita, com toda sua experiência e sabedoria, contará as mais lindas histórias sobre nossas principais origens: indígenas, negros e europeus. Por meio de uma grande aventura na imaginação, a Turma da Mônica vai se encantar com as riquezas da história e da cultura brasileira, e ainda se encontrará com queridos amigos, como Milena, Papa-Capim e Jurema, para deixar a viagem ainda mais divertida! Com cenários grandiosos, muita tecnologia, efeitos especiais, mais de 100 figurinos e um elenco afiado de bailarinos e artistas circenses, a Turma da Mônica envolverá o público nessa aventura para descobrir um pouco mais sobre o nosso país e sobre nossas raízes.

Deixe um comentário

Atenção! Os comentários do portal Estrelando são via Facebook, lembre-se que o comentário é de inteira responsabilidade do autor, comentários impróprios poderão ser denunciados pelos outros usuários, acarretando até mesmo na perda da conta no Facebook.

Enquete

O que você achou de Khloé Kardashian ter voltado com Tristan Thompson?

Obrigado! Seu voto foi enviado.