X

NOTÍCIAS

Publicada em 08/08/2019 às 10:40 | Atualizada em 08/08/2019 às 10:56

Regina Duarte relembra caso de assédio de José Mayer e defende ator: - Uma das coisas mais cruéis que já vi

Atriz ainda achou uma covardia todo o caso em que o ator foi acusado de assediar uma figurinista da Globo

Da Redação

Montagem-TV Globo

Regina Duarte esteve na festa de aniversário de Nathália Timberg e, de quebra, conversou com o TV Fama, programa da RedeTV!. Após alguns assuntos, como uma possível volta para as novelas em 2020, a atriz de Por Amor relembrou uma briga que teve, por meio do Twitter, com José de Abreu. Ambos discutiram por causa de política:

- Para mim tá ok, porque eu estou vivendo em uma democracia. Me sinto autorizada, por toda a minha experiência de vida, por todas as minhas participações sociais e políticas anteriores, a me expressar. Eu me expresso e ele se expressa. Eu acho que é isso, cada um diz o que acha, o que pensa, o que sente, faz suas escolhas... ele tem o direito de fazer as dele, disse, acrescentando que não vê o colega há mais de dez anos.

Em seguida, ela, que não se considera feminista, deu a sua opinião sobre José Mayer, que foi acusado de assediar uma figurinista da TV Globo e, por isso, acabou sendo demitido da emissora:

- Covardia, uma canalhice, aquilo é um absurdo, uma das coisas mais cruéis que eu já vi acontecer. Não tem cabimento. 

Depois, acrescentou se sairia em defesa dele:

- Mas total! Vou sair em defesa de quem mais? Desculpe, é o Zé Mayer, meu querido, concluiu.

Logo abaixo, relembre os famosos que foram acusados de assédio:


John Lasseter, chefe de animação da Disney e da Pixar, que dirigiu grandes filmes como Toy Story, Carros e Vida de Inseto, anunciou para seus funcionários o afastamento de seu cargo após o The Hollywood Reporter reunir uma série de acusações de má conduta. O site norte-americano relatou que fontes informaram que John era conhecido por agarrar, beijar e fazer comentários sobre aparência física. A atriz Rashida Jones e seu parceiro Will McCormack teriam até desistido de escrever o roteiro de Toy Story 4, por causa do assédio de Lasseter. Em comunicado interno, ele não fala sobre o assédio, mas pede desculpas se alguém se sentiu desrespeitado ou desconfortável por causa de conversas dolorosas e erros que ele cometeu durante a carreira. Recentemente tive diversas conversas que foram muito dolorosas para mim. Nunca é fácil assumir erros, mas é a única forma de aprender. Como resultado, tenho pensado muito no líder que sou hoje comparado ao mentor, defensor e exemplo que quero ser. Foi me dito que fiz alguns de vocês se sentirem desrespeitados e constrangidos. Essa nunca foi a minha intenção. Coletivamente, vocês são o meu mundo e me desculpo profundamente se os decepcionei. Quero me desculpar especialmente com qualquer um que tenha recebido um abraço indesejado ou qualquer gesto, de qualquer forma ou maneira, que pareça inapropriado. Não importa o quão benigna tenha sido minha intenção, todos tem o direito de estabelecer os próprios limites e tê-los respeitados, disse em comunicado. Lasseter ainda continuou e afirmou que irá se afastar do cargo por causa das acusações: Por mais difícil que seja para mim me afastar de um trabalho que amo e de um time que tenho em alta consideração, não apenas como artistas, mas como pessoas, sei que isso é o melhor para todos agora. Minha esperança é que esses seis meses sabáticos sejam a oportunidade de me cuidar melhor, recarregar e me inspirar, voltando com discernimento e perspectiva que preciso para ser o líder que vocês merecem.

Deixe um comentário

Atenção! Os comentários do portal Estrelando são via Facebook, lembre-se que o comentário é de inteira responsabilidade do autor, comentários impróprios poderão ser denunciados pelos outros usuários, acarretando até mesmo na perda da conta no Facebook.

Enquete

Quem você quer que ganhe o MasterChef Brasil?

Obrigado! Seu voto foi enviado.