X

NOTÍCIAS

Publicada em 16/09/2019 às 17:36 | Atualizada em 16/09/2019 às 17:40

Brad Pitt se abre sobre trabalhos, velhice e breve pausa na carreira em nova entrevista; Confira!

O ator é capa da edição de outubro da revista QG

Da Redação

Divulgação

Brad Pitt é a capa da edição de outubro da revista QG, e contou um pouquinho sobre seus novos trabalhos nas telas, velhice, e muito mais! O ator atualmente voltou para os cinemas no filme de Quentin Tarantino, o Era uma vez... Em Hollywood e agora também interpreta o astronauta Roy Booth em Ad Astra.

Com 55 anos da idade, Pitt estava há um tempo sem aparecer, mas parece que voltou com tudo esse ano. Quando questionado o porque do seu sumiço e qual seu critério de seleção de papéis ele foi bem enfático:

-  Bem, trata-se da minha experiência pessoal, meu humor, vergonha e minhas dores pessoais. Leonardo DiCaprio e eu estávamos conversando no outro dia. Cheguei a esse ponto no final dos anos 90 ou início dos anos 2000, onde percebi que estava perseguindo esses papéis interessantes,  mas estava deixando de viver uma vida tão interessante quanto pensei que poderia.

E tem mais! Parece que a idade também está sendo um bom divisor de águas na vida de Brad atualmente:

- Talvez eu também esteja ficando mais velho. Você se torna mais consciente do tempo e teve mais experiências, boas e ruins, com as pessoas. E suas próprias vitórias e derrotas - quanto mais você envelhece, elas não parecem tanto uma vitória ou uma perda. Com quem você gasta seu tempo, como gasta seu tempo - isso se tornou muito mais importante para mim.

Apesar de tudo isso, ele ainda gosta de atuar, só não queria tornar isso o centro da sua vida. 

- Havia muita ênfase em encontrar personagens interessantes. Eu disse: Fo**-**, cara. Viva uma vida interessante e o resto se cuidará. Viva uma vida interessante. Saia e tenha experiências reais. Eu apenas me tornei mais consciente de como estava vivendo versus o que estava vivendo. Estou muito confortável com as pausas.

Muito além da carreira, Brad também se abre sobre religião e positividade, e relembra fase de rebeldia e incertezas:

- Eu já passei por tudo. Tipo, eu me apego à religião. Eu cresci com o cristianismo. Sempre questionei, mas funcionou às vezes. E então, quando fiquei sozinho, deixei completamente e me chamei de agnóstico. Tentei algumas coisas espirituais, mas não parecia certo. Então me chamei de ateu por um tempo, meio que sendo rebelde. Mas eu meio que me rotulei isso por um tempo. Parecia punk rock o suficiente. E então eu me vi voltando apenas para acreditar - odeio usar a palavra espiritualidade, mas apenas para acreditar que estamos todos conectados.

Sobre seus interesses e escolhas pessoais, o ator ainda destacou que sempre se interessou por pessoas mais espontâneas e que mais agem do que falam:

- As pessoas pelas quais estou realmente interessado, elas simplesmente não têm filtro. Eles não têm proteção. Eles não têm filtro em seus pensamentos. Às vezes, eles se metem em problemas por causa disso, mas eu os adoro. Eu adoro que eles sejam tão abertos e crus sobre seus sentimentos a qualquer momento. Acho que somos atraídos pelo que estamos tentando mudar ou melhorar em nós mesmos. Eu cresci em Ozarks [região montanhosa entre o centro-oeste e o sul dos Estados Unidos] e aprendi que somos pioneiros em ações. Somos pessoas que fazem as coisas. Não fale muito, faça. E não reclamamos. 

Por fim, o ex-marido de Angelina Jolie terminou sua entrevista falando sobre sua concepção de fama. O ator sempre gostou de fazer analogias, e dessa vez não foi diferente. Fazendo menção a gazelas, tigres e rebanho, Brad chegou à conclusão que fama é a perda de privacidade, e entender que você está sendo caçado. É assim que ele se sente no mundo de Hollywood. Após tantas declarações, fica difícil saber se ele aparecerá logo em novos longas. Ficamos no aguardo!


Deixe um comentário

Atenção! Os comentários do portal Estrelando são via Facebook, lembre-se que o comentário é de inteira responsabilidade do autor, comentários impróprios poderão ser denunciados pelos outros usuários, acarretando até mesmo na perda da conta no Facebook.

Enquete

Qual menininha nasce primeiro: a filha de Tatá Werneck ou de Fernanda Lima?

Obrigado! Seu voto foi enviado.