X

NOTÍCIAS

Publicada em 04/02/2020 às 12:26 | Atualizada em 04/02/2020 às 12:41

Vivendo polêmica por conta da divisão da herança, família de Gugu Liberato gasta 800 mil reais por mês com espólio

Os valores foram apresentados à Justiça e correspondem aos gastos fixos

Da Redação

Divulgação

Mais um capítulo da polêmica divisão da herança de Gugu Liberato veio à tona nesta terça-feira, dia 4. Depois de a mãe do apresentador dar uma entrevista ao Fantástico contando que o filho e Rose Miriam, mãe dos filhos do saudoso apresentador, nunca tiveram relação alguma, agora foi a vez da colunista Mônica Bergamo falar sobre o caso.

Segundo a colunista do jornal Folha de S. Paulo, os gastos fixos do espólio de Gugu por mês chegam a 800 mil reais. Isso inclui a folha de pagamento de empregados domésticos de Gugu e família, o que consome 18 mil reais por mês, outros 5 mil de encargos trabalhistas, assim como gastos com condomínios dos imóveis do apresentador, que batem 70 mil reais, sendo que água e luz representam mais 10 mil por mês. Além disso, outros 300 mil são usados para pagar IPTU e para a manutenção dos imóveis.

E não é só isso. A conta inclui ainda custos com a educação dos três filhos, João, de 18 anos de idade, e as gêmeas Sofia e Marina, de 15, a pensão da mãe, Maria do Céu, que é de 163 mil reais por mês, e, mesmo com toda a polêmica da divisão, ainda segundo a colunista a Justiça determinou recentemente que o espólio pague 100 mil reais por mês à Rose Miriam, que briga para provar união estável e garantir parte da herança.

Lembrando que os valores estão em listagem que foi apresentada à Justiça e correspondem aos gastos fixos da família. 

Gugu, aliás, não é o primeiro artista a ter problema com a divisão de sua fortuna. Relembre, a seguir, as heranças polêmicas - ou inusitadas - dos famosos!


A separação dos bens de Marília Pêra também virou uma novela. A atriz, que morreu em 2015 por conta de um câncer, deixou um testamento, mas seu marido e familiares entraram em conflito. Segundo a colunista Patrícia Kogut, a atriz deixou 87,5% de seus bens para a irmã e os três filhos e 12,5% para Bruno Faria, com quem tinha uma união estável com separação de bens. Bruno chegou a brigar na justiça para ter direito a metade do patrimônio de Marília, enquanto a família da atriz defendeu que o desejo da atriz, manifestado no testamento, fosse mantido.

Deixe um comentário

Atenção! Os comentários do portal Estrelando são via Facebook, lembre-se que o comentário é de inteira responsabilidade do autor, comentários impróprios poderão ser denunciados pelos outros usuários, acarretando até mesmo na perda da conta no Facebook.

Enquete

O que você achou da mudança de Adele nos últimos meses?

Obrigado! Seu voto foi enviado.