X

NOTÍCIAS

Publicada em 14/07/2021 às 11:14 | Atualizada em 14/07/2021 às 11:21

Tatá Werneck, Romana Novais e outras famosas entregam ter sofrido algum tipo de violência

Após Bruna Marquezine, mais celebridades comentaram post de Yasmin Brunet sobre o assunto

Da Redação

Montagem-Divulgação

Desde que Pamella Holanda decidiu denunciar as agressões que sofreu do ex-marido, o DJ Ivis, diversas celebridades têm se pronunciado a respeito do tema, seja para condenar a situação, prestar apoio à moça ou revelar suas próprias histórias de relacionamentos abusivos.

Como você acompanhou aqui no ESTRELANDO, Yasmin Brunet publicou em seu Instagram um pedido para que as pessoas que já haviam sofrido algum tipo de violência, seja física, emocional ou psicológica, se pronunciassem comentando um símbolo de ponto final - e Bruna Marquezine surpreendeu ao responder a publicação da modelo. Ela, no entanto, não foi a única celebridade a expor essa situação.

Além de Bruna, famosas como Isis Valverde, Tatá Werneck, Romana Novais, Marina Ruy Barbosa, Mc Rebecca também deixaram pontinhos na publicação, além de a própria Yasmin ter inserido um ponto final isolado em sua legenda. Apesar disso, nenhuma delas chegou a se pronunciar sobre o assunto fora da publicação.

Alguns internautas chegaram a responder os comentários dessas celebridades, lamentando que o fato tenha ocorrido e se mostrando felizes com o fato de atualmente elas estarem com parceiros que parecem lhes respeitar. 

 Graças a Deus que você se livrou, e hoje tem alguém do seu lado que lhe merece, ressaltou um internauta;

Como assim??, espantou-se outro;

Você não, lamentou um fã, inserindo também um emoji chorando.

A seguir, relembre as famosas que já sofreram violência doméstica


Nos Estados Unidos, o caso mais conhecido de agressão a uma famosa, com certeza foi o de Rihanna. Em 2009, a cantora foi agredida por Chris Brown quando namoravam há um bom tempo. O cantor nunca veio a público se desculpar pelo ocorrido, no entanto, decidiu fazer um desabafo emocionante em seu documentário Welcome to My Life. O vídeo mostra como ele era visto como um menino prodígio no mundo da música, e como seu relacionamento com Riri tinha tudo para dar certo. Afinal, os dois estavam estourando logo no começo da carreira, tinham uma música juntos e eram inseparáveis. De lá para cá, muitas coisas aconteceram. Segundo Chris, naquela época ele estava pensando em suicídio. Não comia, não dormia e só pensava em entorpecentes. A agressão marcou Rihanna para uma vida toda e, sobre isso, o cantor é sincero sobre como se enxerga nesta situação: - Eu me sinto um monstro. Já Riri soube dar a volta por cima e é muito admirada hoje em dia pela coragem de expor o caso e superar todo o drama que viveu. O rapper acabou sendo condenado a cinco anos de liberdade condicional e seis meses de serviço comunitário após se declarar culpado por agredir a ex, que em entrevista ao The Sun, desabafou sobre o ocorrido: - Foi estranho e confuso estar naquela posição e por mais raiva que eu tivesse e mais magoada e traída que me sentisse, eu pensei que ele cometeu aquele erro porque precisava de ajuda e quem iria ajudá-lo? Eu tive que lidar com tudo isso e não foi fácil para mim compreender em frente às câmeras e com o mundo assistindo. Era difícil prestar atenção na minha mente e entender as coisas porque tudo virou um circo e eu me senti protetora, senti que a única pessoa que odiavam era ele. Todos iriam dizer que ele era um monstro sem se preocupar com a fonte. E eu estava mais preocupada com ele.

Deixe um comentário

Atenção! Os comentários do portal Estrelando são via Facebook, lembre-se que o comentário é de inteira responsabilidade do autor, comentários impróprios poderão ser denunciados pelos outros usuários, acarretando até mesmo na perda da conta no Facebook.

Enquete

O que você achou da polêmica fala de Príncipe Harry sobre as demissões na pandemia?

Obrigado! Seu voto foi enviado.