X

NOTÍCIAS

Publicada em 09/09/2021 às 17:15 | Atualizada em 09/09/2021 às 17:15

Duda Reis relembra relacionamento abusivo e dispara: Tenho a sensação que estou sendo perseguida

A atriz, que acusou o ex Nego do Borel de abuso, reviveu o momento conturbado em entrevista ao Venus Podcast

Da Redação

Divulgação

Duda Reis abriu o coração e falou sobre os traumas e medos que viveu nos relacionamentos anteriores. A atriz, que acusou o ex Nego do Borel de abuso, deu uma entrevista para o Venus Podcast e contou que demorou para entender que era hora de pedir ajuda.

- Demorou para eu me dar conta de que eu precisava de ajuda. É difícil pedir ajuda em algumas situações, dá medo pedir ajuda, dá vergonha... Foi muito dolorido. Às vezes a gente acha que é a Mulher-Maravilha e que nunca vai acontecer com a gente, mas acontece. Reconhecer é muito difícil.

Recentemente, Duda ficou solteira novamente após terminar com Bruno Rodge, o primeiro namoro depois da polêmica com Borel, e se mudou do Rio de Janeiro para São Paulo. A modelo ainda comentou sobre a reaproximação com a família e o medo que ainda sente de ser perseguida nas ruas.

- Me impulsionou a querer mudar de vida. Preciso mudar, eu posso viver o novo, tenho o direito e mereço. Vou recomeçar, levantar a bandeira que eu quiser e vou me aproximar da minha família de novo. Foi o meu maior erro do mundo (se afastar da família), por imaturidade, cegueira... Eu falei para eles: Se vocês não tivessem me ensinado o valor da família quando eu era criança, não teria voltado para casa. Lamento a imaturidade, mas faz parte do ser humano. Meus pais olharam para mim e disseram: Filha, sempre acreditei em você. Eu não tive um eu avisei. Eu tenho muito orgulho dos meus pais. Fico emocionada quando eu falo da minha família, disse.

- A Duda de hoje é ansiosa e as vezes apavorada de sair na rua... Às vezes tenho a sensação que estou sendo perseguida, tenho muito trauma ainda, que levam anos... É muito difícil também lidar com hater na internet. Parei de ler", explicou.

A seguir, confira na íntegra a entrevista:



Nos Estados Unidos, o caso mais conhecido de agressão a uma famosa, com certeza foi o de Rihanna. Em 2009, a cantora foi agredida por Chris Brown quando namoravam há um bom tempo. O cantor nunca veio a público se desculpar pelo ocorrido, no entanto, decidiu fazer um desabafo emocionante em seu documentário Welcome to My Life. O vídeo mostra como ele era visto como um menino prodígio no mundo da música, e como seu relacionamento com Riri tinha tudo para dar certo. Afinal, os dois estavam estourando logo no começo da carreira, tinham uma música juntos e eram inseparáveis. De lá para cá, muitas coisas aconteceram. Segundo Chris, naquela época ele estava pensando em suicídio. Não comia, não dormia e só pensava em entorpecentes. A agressão marcou Rihanna para uma vida toda e, sobre isso, o cantor é sincero sobre como se enxerga nesta situação: - Eu me sinto um monstro. Já Riri soube dar a volta por cima e é muito admirada hoje em dia pela coragem de expor o caso e superar todo o drama que viveu. O rapper acabou sendo condenado a cinco anos de liberdade condicional e seis meses de serviço comunitário após se declarar culpado por agredir a ex, que em entrevista ao The Sun, desabafou sobre o ocorrido: - Foi estranho e confuso estar naquela posição e por mais raiva que eu tivesse e mais magoada e traída que me sentisse, eu pensei que ele cometeu aquele erro porque precisava de ajuda e quem iria ajudá-lo? Eu tive que lidar com tudo isso e não foi fácil para mim compreender em frente às câmeras e com o mundo assistindo. Era difícil prestar atenção na minha mente e entender as coisas porque tudo virou um circo e eu me senti protetora, senti que a única pessoa que odiavam era ele. Todos iriam dizer que ele era um monstro sem se preocupar com a fonte. E eu estava mais preocupada com ele.
  • Divulgação -
    @dudareisb
  • Divulgação -
    @vovopalmirinha

Deixe um comentário

Atenção! Os comentários do portal Estrelando são via Facebook, lembre-se que o comentário é de inteira responsabilidade do autor, comentários impróprios poderão ser denunciados pelos outros usuários, acarretando até mesmo na perda da conta no Facebook.

Enquete

Qual casal do mundo dos famosos está mais apaixonado atualmente?

Obrigado! Seu voto foi enviado.

Duda Reis relembra relacionamento abusivo e dispara: <i>Tenho a sensação que estou sendo perseguida</i>

Duda Reis relembra relacionamento abusivo e dispara: Tenho a sensação que estou sendo perseguida

A atriz, que acusou o ex Nego do Borel de abuso, reviveu o momento conturbado em entrevista ao Venus Podcast

09/Set/2021

Da Redação

Duda Reis abriu o coração e falou sobre os traumas e medos que viveu nos relacionamentos anteriores. A atriz, que acusou o ex Nego do Borel de abuso, deu uma entrevista para o Venus Podcast e contou que demorou para entender que era hora de pedir ajuda.

- Demorou para eu me dar conta de que eu precisava de ajuda. É difícil pedir ajuda em algumas situações, dá medo pedir ajuda, dá vergonha... Foi muito dolorido. Às vezes a gente acha que é a Mulher-Maravilha e que nunca vai acontecer com a gente, mas acontece. Reconhecer é muito difícil.

Recentemente, Duda ficou solteira novamente após terminar com Bruno Rodge, o primeiro namoro depois da polêmica com Borel, e se mudou do Rio de Janeiro para São Paulo. A modelo ainda comentou sobre a reaproximação com a família e o medo que ainda sente de ser perseguida nas ruas.

- Me impulsionou a querer mudar de vida. Preciso mudar, eu posso viver o novo, tenho o direito e mereço. Vou recomeçar, levantar a bandeira que eu quiser e vou me aproximar da minha família de novo. Foi o meu maior erro do mundo (se afastar da família), por imaturidade, cegueira... Eu falei para eles: Se vocês não tivessem me ensinado o valor da família quando eu era criança, não teria voltado para casa. Lamento a imaturidade, mas faz parte do ser humano. Meus pais olharam para mim e disseram: Filha, sempre acreditei em você. Eu não tive um eu avisei. Eu tenho muito orgulho dos meus pais. Fico emocionada quando eu falo da minha família, disse.

- A Duda de hoje é ansiosa e as vezes apavorada de sair na rua... Às vezes tenho a sensação que estou sendo perseguida, tenho muito trauma ainda, que levam anos... É muito difícil também lidar com hater na internet. Parei de ler", explicou.

A seguir, confira na íntegra a entrevista: