X

NOTÍCIAS

Publicada em 20/12/2023 às 11:07 | Atualizada em 20/12/2023 às 12:12

Ana Hickmann estaria acusando ex-marido de fazer parte de associação criminosa e esquema de pirâmide, diz colunista

A apresentadora também estaria solicitando a retenção do passaporte de Alexandre Correa

Da Redação

AgNews

A polêmica entre Ana Hickmann e o ex-marido, Alexandre Correa, parece ter ganhado mais um capítulo na última terça-feira, dia 19. Ao que tudo indica, agora, a apresentadora estaria acusando o ex-companheiro de falsidade documental, falsidade ideológica, uso de documentos falsos, lavagem de dinheiro, associação criminosa, estelionato e crime contra a economia popular.

Segundo informações da colunista Mônica Bergamo, a queixa foi apresentada à Delegacia Geral de Polícia de São Paulo pelo advogado Fernando José da Costa, representante legal da apresentadora no processo de separação.

Os supostos crimes de que Alexandre estaria sendo acusado teriam sido descobertos por uma perícia preliminar particular contratada por Ana. O esquema em que ele estaria envolvido também envolveria pessoas que trabalhavam na empresa do então casal, além de funcionário de um cartório e até mesmo de banco.

A perícia também teria encontrado indícios de que Correa faria parte de um esquema de pirâmide. Segundo o advogado de Hickmann, o empresário estaria se recebendo doações milionárias em que ele aparece como único beneficiário. Os valores giram em torno e 200 milhões de reais.

Alexandre Correa captou recursos junto a diversas pessoas físicas e jurídicas com a promessa de pagamento de juros irreais, constituindo uma verdadeira pirâmide financeira, diria o documento que foi entregue à polícia.

Hickmann e Correa eram donos de sete empresas diferentes que foram criadas ao longo dos 25 anos que ficaram juntos. Porém, as investigações particulares teriam ficado principalmente na Hickmann Serviços Ltda. e levantou registros feitos de 1° de janeiro de 2018 até 31 de outubro de 2023. A dívida total acumulada pela empresa nesse período ultrapassaria os 40 milhões de reais.

A suspeita é de que uma estrutura criminosa tenha se instalado no âmbito das empresas da Ana Hickmann, sobretudo Ana Hickmann Serviços Ltda., onde teriam sido perpetradas diversas fraudes, gerando prejuízo milionário para a Ana, à própria empresa, entre demais vítimas, como pessoas físicas, pessoas jurídicas e instituições financeiras, diria a acusação.

No documento, Hickmann também estaria pedindo para que o passaporte de Alexandre seja retido e que ele não possa sair da cidade onde mora atualmente, São Paulo, enquanto as investigações não tiveram sido finalizadas. Outra medida que estaria sendo pedida é a quebra do sigilo bancário de Correa e de outras duas mulheres que trabalhavam com o ex-casal.

O ESTRELANDO tentou contato com a equipe de advogados de Ana Hickmann e de Alexandre Correa para entender o caso, mas ainda não obteve resposta.

Deixe um comentário

Atenção! Os comentários do portal Estrelando são via Facebook, lembre-se que o comentário é de inteira responsabilidade do autor, comentários impróprios poderão ser denunciados pelos outros usuários, acarretando até mesmo na perda da conta no Facebook.

Enquete

Você acha que agora Bruna Marquezine e João Guilherme assumiram o romance?

Obrigado! Seu voto foi enviado.

Ana Hickmann estaria acusando ex-marido de fazer parte de associação criminosa e esquema de pirâmide, diz colunista

Ana Hickmann estaria acusando ex-marido de fazer parte de associação criminosa e esquema de pirâmide, diz colunista

15/Jun/

A polêmica entre Ana Hickmann e o ex-marido, Alexandre Correa, parece ter ganhado mais um capítulo na última terça-feira, dia 19. Ao que tudo indica, agora, a apresentadora estaria acusando o ex-companheiro de falsidade documental, falsidade ideológica, uso de documentos falsos, lavagem de dinheiro, associação criminosa, estelionato e crime contra a economia popular.

Segundo informações da colunista Mônica Bergamo, a queixa foi apresentada à Delegacia Geral de Polícia de São Paulo pelo advogado Fernando José da Costa, representante legal da apresentadora no processo de separação.

Os supostos crimes de que Alexandre estaria sendo acusado teriam sido descobertos por uma perícia preliminar particular contratada por Ana. O esquema em que ele estaria envolvido também envolveria pessoas que trabalhavam na empresa do então casal, além de funcionário de um cartório e até mesmo de banco.

A perícia também teria encontrado indícios de que Correa faria parte de um esquema de pirâmide. Segundo o advogado de Hickmann, o empresário estaria se recebendo doações milionárias em que ele aparece como único beneficiário. Os valores giram em torno e 200 milhões de reais.

Alexandre Correa captou recursos junto a diversas pessoas físicas e jurídicas com a promessa de pagamento de juros irreais, constituindo uma verdadeira pirâmide financeira, diria o documento que foi entregue à polícia.

Hickmann e Correa eram donos de sete empresas diferentes que foram criadas ao longo dos 25 anos que ficaram juntos. Porém, as investigações particulares teriam ficado principalmente na Hickmann Serviços Ltda. e levantou registros feitos de 1° de janeiro de 2018 até 31 de outubro de 2023. A dívida total acumulada pela empresa nesse período ultrapassaria os 40 milhões de reais.

A suspeita é de que uma estrutura criminosa tenha se instalado no âmbito das empresas da Ana Hickmann, sobretudo Ana Hickmann Serviços Ltda., onde teriam sido perpetradas diversas fraudes, gerando prejuízo milionário para a Ana, à própria empresa, entre demais vítimas, como pessoas físicas, pessoas jurídicas e instituições financeiras, diria a acusação.

No documento, Hickmann também estaria pedindo para que o passaporte de Alexandre seja retido e que ele não possa sair da cidade onde mora atualmente, São Paulo, enquanto as investigações não tiveram sido finalizadas. Outra medida que estaria sendo pedida é a quebra do sigilo bancário de Correa e de outras duas mulheres que trabalhavam com o ex-casal.

O ESTRELANDO tentou contato com a equipe de advogados de Ana Hickmann e de Alexandre Correa para entender o caso, mas ainda não obteve resposta.