X

NOTÍCIAS

Publicada em 07/07/2016 às 18:15 | Atualizada em 08/07/2016 às 19:27

Cunhado de Ana Hickmann pode ser julgado por homicídio após invasão de fã em quarto de hotel

Um promotor de Belo Horizonte entrou com uma denúncia contra Gustavo Corrêa

Da Redação

Divulgação

O caso envolvendo o fã que invadiu o quarto de hotel de Ana Hickmann ameaçando matá-la e que acabou com a assessora e cunhada de Ana, Giovanna, ferida, e o atirador, depois identificado como Rodrigo Augusto de Pádua, morto, teve um novo desdobramento.

O Tribunal do Júri do Fórum Lafayette de Belo Horizonte recebeu nesta quinta-feira, dia 7, uma denúncia da promotoria acusando Gustavo Corrêa de homicídio. Para quem não lembra, Gustavo entrou em luta corporal com Rodrigo - permitindo que Ana e Giovana fugissem - e durante a disputa ele conseguiu efetuar disparos, que mataram Pádua.

Agora cabe ao Tribunal de Justiça, que vai analisar o caso, decidir se a acusação cabe no caso ou não. A princípio, tudo estava sendo analisado como legítima defesa, tanto que o delegado responsável pelo caso na época o encerrou e entregou com essa conclusão. Ainda não existe um prazo para a resposta do juiz.

Procurado pelo ESTRELANDO, o advogado de Ana Hickmann afirmou que eles só se pronunciariam quando tomassem ciência da acusação e eles pudessem, juridicamente, tomar uma posição - o que só deve acontecer nesta sexta-feira, dia 8, quando o caso tiver andamento.

Saiba tudo sobre o caso de Ana Hickmann abaixo:


Rodrigo já foi enterrado em Juiz de Fora e Giovanna segue internada em Belo Horizonte e seu estado inspira cuidados, mas ela está lúcida, respira sem ajuda de aparelhos e não tem previsão de alta.

Deixe um comentário

Atenção! Os comentários do portal Estrelando são via Facebook, lembre-se que o comentário é de inteira responsabilidade do autor, comentários impróprios poderão ser denunciados pelos outros usuários, acarretando até mesmo na perda da conta no Facebook.

Enquete

Você acha que os príncipes William e Harry se reconciliarão em breve?

Obrigado! Seu voto foi enviado.