X

NOTÍCIAS

Publicada em 02/12/2016 às 16:10 | Atualizada em 25/09/2018 às 06:12

Milla Jovovich conta que até pesadelos seus viram cenário de Resident Evil

O painel da Sony Pictures ainda contou novidades sobre o esperado novo filme de Homem-Aranha

Carolina Rocha e Marcela Bonazzi

Divulgação

Mais um dia de Comic Con Experience está rolando e quem é fã de Resident Evil já se realizou! Isso porque nesta sexta-feira, dia 2, rolou um painel da Sony Pictures que falou sobre o próximo filme da franquia - além de deixar os fãs surtados com o novo longa de Homem-Aranha.

Sobre o novo Resident, o sexto da franquia, que se chama Resident Evil: O Capítulo Final e estreará em terra tupiniquins em 26 de janeiro de 2017, foi exibido um clipe que mostrava que Alice tem um relógio que mostra uma contagem regressiva. Se você imaginou que ele indica o momento exato em que o mundo como conhecemos vai acabar... você acertou! Ela tem 36 horas para tentar salvar a humanidade, e desta vez realmente é tudo ou nada!

- O filme começa como uma continuação direta do último filme, então começamos em Washington, e é o apocalipse, vai ser o fim do mundo. Ou a Alice salva o mundo, ou a humanidade vai morrer, contou Paul W.S. Anderson, diretor do longa.

E como este será o último filme da história inspirada nos quadrinhos ele tem um tom bem pessoal para Milla Jovovich e Paul, estrela e diretor do filme, respectivamente. E olha que os dois serem um casal na vida real neste caso não foi tão benéfico assim, pode perguntar para a Mila!

Ela contou durante o painel que teve um pesadelo certa noite e o contou para o marido. Sabe o que ele fez? Incorporou a cena ao longa, para Mila reviver o susto. Que tenso! Mesmo assim, ela se orgulha de dizer que Alice faz parte dela:

- Eu não assisto aos filmes de novo, mas sinto uma conexão com eles. [...] Mas sinto uma conexão com a Alice, ela é a pessoa que toma decisões, ela é forte, ela é destemida, eu tento ser assim na minha vida diária, ainda mais sendo mãe. Sinto que ela é parte de mim.

E quem é fã e acompanha a franquia desde o começo viu ela evoluir e melhorar com o sucesso de cada filme. Este novo longa tem a maior bilheteria de todos, e isso se reflete nas telonas, com melhores efeitos especiais e figurinos ainda mais incríveis. A atuação, no entanto, segue tão dedicada quanto sempre foi:

- Para mim, trabalhar no Resident Evil 1 foi muito divertido porque amamos o vídeo game. Então não importava quanto dinheiro tínhamos, a gente se divertia e se dedicava ao máximo. Agora, é claro, os filmes custam mais, mas ainda colocamos o mesmo tanto de amor na produção, explicou Milla.

Para finalizar em grande estilo, Milla tratou de um assunto completamente atual: a retratação das mulheres em filmes de ação - especialmente naqueles inspirados em quadrinhos ou games. O corpo feminino costuma ser baseado em um padrão irreal de cintura finíssima, quadris largos e barriga trincada. Dois filhos depois, Milla não entra nessa descrição, mas se orgulha de cada curva:

Eu só fico feliz de poder representar um certo tipo de mulher que é forte, que não depende só do seu corpo ou da sua aparência, sabe? Fico feliz de representar diferentes tipos de mulher nesse mundo comercial, porque as mulheres são incríveis, fortes e maravilhosas. Então sinto orgulho de ser uma das mulheres que está aí fora falando por elas.

Seu amigo da vizinhança...

Mas nem só de Residente Evil vive um fã, não é mesmo? Durante o painel também foram anunciadas novidades sobre o próximo filme da franquia Homem-Aranha. No Brasil, o longa, que se chama Spider-Man: Homecoming, se chamará Homem-Aranha: De Volta ao Lar, e será estrelado por Tom Holland.

Quem estava por lá teve a chance de conferir um trechinho do trailer, que só será divulgado mais para frente, mas nós, do ESTRELANDO, adiantamos que Tony Stark, vivido por Robert Downey Jr., dá um presente para o personagem: um dispositivo que promete deixar seu uniforme ainda mais funcional.

O que será que vem por aí, hein? Só nos resta esperar. Enquanto isso, confira abaixo o que mais vai rolar na CCXP:


Se você leu os livros de Desventuras em Série, sabe que devemos evitar a todo custo o Conde Olaf, que aterrorizou bastante a vida dos órfãos Baudelaire. Porém, o personagem será vivido por Neil Patrick Harris na série de mesmo nome da Netflix! E o ator, que também interpretou Barney Stinson em How I Met Your Mother, promete arrasar no painel para representar a produção, que estreia em janeiro!

Deixe um comentário

Atenção! Os comentários do portal Estrelando são via Facebook, lembre-se que o comentário é de inteira responsabilidade do autor, comentários impróprios poderão ser denunciados pelos outros usuários, acarretando até mesmo na perda da conta no Facebook.

Enquete

Você acha que Fernanda Souza e Thiaguinho podem reatar o casamento?

Obrigado! Seu voto foi enviado.