X

NOTÍCIAS

Publicada em 24/06/2020 às 09:10 | Atualizada em 24/06/2020 às 10:03

Luiza Brunet relembra seu passado ao falar sobre abuso: Guardei durante anos e só voltei a falar sobre isso na idade madura

Durante o Conversa com Bial, Luiza ainda mandou um recado às pessoas que sofrem violência

Da Redação

Divulgação-TV Globo

Luiza Brunet voltou a falar sobre sua luta pela violência contra as mulheres durante o Conversa com Bial, exibido na última terça-feira, dia 23! Atualmente, ela trabalha com alguns instituições, como o Instituto Patrícia Galvão, e relembrou seu passado ao citar momentos que viveu quando era mais jovem e como foi difícil falar sobre o assunto. 

- Guardei durante anos e só voltei a falar sobre isso na idade madura pós-agressão física aos 54 anos, afirmou ela ao revelar um abuso sofrido aos 13 anos de idade.

Em 2016 Luiza viveu um episódio de violência ao revelar que havia sido agredida pelo então companheiro Lírio Parisotto. Os dois estavam em Nova York, Estados Unidos, quando tudo aconteceu e a partir daí ela se engajou ainda mais na causa, declarando que abusos contra à mulher pode acontecer em diversas situações.

- Eu percebi também que recebia vários tipos de violência; de importunação sexual em ônibus e trens coletivos. Isso era regular, e eu sempre ficava muito brava e descia do ônibus.

Denunciar agressões também são um grande desafio e, para Luiza, existem alguns fatores que motivam o silêncio de muitas mulheres.

- Os dois maiores fatores que impedem uma mulher, seja criança, adolescente ou adulta, de denunciar por ter apanhado, ou recebido qualquer tipo de violação, é a vergonha e o julgamento. 

Por fim, ela mandou um recado:

- Nós podemos falar, sim, do nosso sofrimento. Não precisamos ter vergonha. Quem tem que ter vergonha é o agressor, porque o agressor é um covarde. O homem que deveria ser exposto. Se a gente colocasse a foto de todos os agressores expostos, não haveria espaço, porque são muitos. Então, aquela vergonha que sentíamos no passado, não precisamos mais sentir.

A seguir, relembre as famosas que já sofreram violência doméstica:


Segundo o jornal Extra, Gretchen revelou em sua biografia que já apanhou do ex-marido, pai do seu filho Sérgio Aversani. - Fui agredida diversas vezes por ele. Ao reler o livro, aquilo voltou como se seu estivesse vivendo aquele momento de novo. Era tudo muito parecido com o personagem de Dan Stubalch, naquela novela Mulheres Apaixonadas. Inclusive, quando assistia àquelas cenas, eu chorava muito, porque foi muito parecido com aquilo. Sofri todo o tipo de agressão que uma pessoa pode imaginar. Às vezes, ele pegava até arma. Não gosto nem de lembrar.

Deixe um comentário

Atenção! Os comentários do portal Estrelando são via Facebook, lembre-se que o comentário é de inteira responsabilidade do autor, comentários impróprios poderão ser denunciados pelos outros usuários, acarretando até mesmo na perda da conta no Facebook.

Enquete

A gente sabe que as três arrasam! Mas entre Xuxa, Angélica e Eliana, qual a sua favorita?

Obrigado! Seu voto foi enviado.