X

NOTÍCIAS

Publicada em 04/04/2021 às 16:00 | Atualizada em 04/04/2021 às 15:47

Fernanda Lima relembra a perda do pai devido ao novo coronavírus e diz que teve que quebrar a masculinidade dos filhos

A atriz e o marido, Rodrigo Hilbert, deram uma entrevista ao jornal O Globo

Da Redação

Divulgação

Em entrevista para o jornal O Globo, Fernanda Lima e Rodrigo Hilbert falaram sobre novos projetos, família e filhos. A apresentadora relembrou a morte do pai, que foi vítima da Covid-19, e disse que quebrou a masculinidade dos filhos na época em que tiveram que lidar com o luto:

- Foi muito punk. Não tínhamos como esconder nada deles. É tudo muito transparente quando você está na mesma casa. Eles nunca me viram chorar daquela maneira. Queriam cuidar, e eu tive que quebrar a masculinidade todo o tempo: Vamos chorar, vamos sofrer. Não precisa segurar a onda, temos que botar para fora.

Fernanda ainda comentou sobre como está a rotina da família depois da chegada da filha mais nova, Maria:

- Um bebê no meio de toda essa dor, por mais trabalho que dê, é uma alma de amor puro, de alegria. Sempre falamos do dormir porque realmente a privação de sono é complicada. Mas nada poderia ser tão maravilhoso quanto um filho nesse momento tão difícil.

Fernanda Lima e Rodrigo Hilbert vão estrear um programa juntos: Bem juntinhos, que estreia no dia 15 no GNT. Pela primeira vez, o casal vai dividir a mesma atração. Sobre isso, Fernanda conta:

- É um bom bate-papo com pessoas que admiramos. E com a possibilidade de um casal, conhecido do público, mas que nunca trabalhou junto, de dividir a mesma cozinha.

Rodrigo, que ganhou grande destaque nas redes sociais por ser um homem com habilidades em diferentes áreas, comentou sobre a imagem que foi construída em relação a ele:

- Meu avô me ensinou o ofício de ferreiro e serralheiro. Ao mesmo tempo, eu vivia na cozinha com a minha mãe, aprendendo, por necessidade, a limpar a casa, fazer comida. Sempre foi natural na minha vida. Acho [essa expressão homão da p***a] supermachista. Mulherões da p***a são minha mulher, minha mãe, minha avó e minhas tias, que correm atrás o tempo todo e estão sempre em desvantagem. Por que não é a Fernanda um mulherão da p***a? Sou simplesmente um homem que divide algumas tarefas com ela. Ela botou três filhos no mundo.

Confira, abaixo, vários momentos em que Rodrigo Hilbert mostrou suas habilidades!


Sempre preocupado com o meio ambiente, Rodrigo é adepto dos passeios de bicicleta ao invés do carro e sempre é visto pedalando pelo Rio de Janeiro.

Deixe um comentário

Atenção! Os comentários do portal Estrelando são via Facebook, lembre-se que o comentário é de inteira responsabilidade do autor, comentários impróprios poderão ser denunciados pelos outros usuários, acarretando até mesmo na perda da conta no Facebook.

Enquete

Com a saída de Jesse Williams, você acha que Grey's Anatomy deve acabar em breve?

Obrigado! Seu voto foi enviado.