X

NOTÍCIAS

Publicada em 31/08/2021 às 14:55 | Atualizada em 31/08/2021 às 15:22

Funcionários desistem de acusar Meghan Markle de bullying e deixam processo que investiga postura inadequada da duquesa, diz site

Dois dos assistentes supostamente destratados pela duquesa teriam pedido que seus nomes fossem retirados da ação

Da Redação

Divulgação

Nesta terça-feira, dia 31, uma nova versão do livro Finding Freedom - uma biografia sobre a saída de príncipe Harry e Meghan Markle da família real britânica - deve ser publicada com mais detalhes sobre a vida do casal nos Estados Unidos da América e os desdobramentos de sua relação conturbada com a monarquia inglesa. Antes mesmo do lançamento, no entanto, diversos aspectos do livro já deram o que falar - e, de acordo com o Entertainment Online, uma atualização sobre o caso de bullying de Meghan contra funcionários do palácio real deve ser incluída na publicação.

As acusações sobre o modo como a Duquesa de Sussex teria destratado alguns membros de sua equipe vieram à tona em março de 2021, poucos dias antes da polêmica entrevista que os pais de Archie e Lilibeth concederam à Oprah Winfrey. Na época, o jornal The Times afirmou que Markle foi acusada de intimidação por ter supostamente expulsado dois assistentes pessoais de casa e minado a confiança de um terceiro membro da equipe.

Essa reclamação teria sido feita em 2018, pelo então secretário de comunicação do casal Sussex. Fontes do veículo ainda afirmam que o príncipe Harry implorou a Jason Knauf para deixar o assunto de lado. 

Diante disso, um porta-voz dos Duques de Sussex chegou a afirmar que tudo não passava de uma campanha de difamação calculada, além de uma amiga pessoal da ex-atriz ter defendido o modo como ela trata seus funcionários. Desde então, o Palácio de Buckingham teria passado a investigar as acusações - e a nova versão do livro alega que dois dos membros de equipe que teriam sido destratados por Meghan já pediram que seus nomes não sejam incluidos na ação:

Fontes confirmaram que, após a descoberta do e-mail de Jason Knauf, dois dos indivíduos mencionados no documento pediram que quaisquer alegações feitas sobre suas experiências com Meghan fossem rescindidas.

A publicação ainda conta que a investigação foi bem recebida pelo casal, que espera que o processo esclareça a realidade desses rumores, além de afirmar que a suposta reunião entre Harry e Jason Knauf nunca teria ocorrido. O Entertainment Online também afirma que a análise segue em andamento e estaria sendo conduzida por um escritório de advocacia independente, com resultado previsto para o próximo ano.

A seguir, veja o que já foi revelado sobre a nova edição de biografia de Meghan Markle e príncipe Harry!


...parece que William alertou o seu irmão mais novo, que estaria indo muito rápido na relação com Meghan, logo no começo, o que também causou atrito entre eles. - Não sinta que você precise apressar isso, teria dito William. - Leve o tempo que precisar para conhecer essa garota. E parece que Harry não gostou quando o irmão falou essa garota. Uma fonte disse: - Harry estava chateado. Ele estava irritado que seu irmão perguntasse uma coisa dessas. Alguns acharam que era uma reação exagerada. Mas isso os resume totalmente como pessoas - William, o calmo e racional, e Harry, que não pode deixar de levar as coisas muito a sério.

Deixe um comentário

Atenção! Os comentários do portal Estrelando são via Facebook, lembre-se que o comentário é de inteira responsabilidade do autor, comentários impróprios poderão ser denunciados pelos outros usuários, acarretando até mesmo na perda da conta no Facebook.

Enquete

O que você está achando das declarações de Gui Araujo em A Fazenda 13?

Obrigado! Seu voto foi enviado.