X

FOTOS

Publicada em 28/10/2019 às 11:08 | Atualizada em 28/10/2019 às 11:08

Fernanda Gentil se manifesta sobre fala polêmica: Respeito as diferentes nuances de um assunto

A apresentadora deu uma entrevista à jornalista Mônica Bergamo que repercutiu muito mal nas redes sociais

Da Redação

Fernanda Gentil deu o que falar durante o último domingo, dia 27, por conta de algumas declarações polêmicas que deu à jornalista Mônica Bergamo sobre preconceito e respeito. A repercussão foi tão grande, que seu nome ficou entre os assuntos mais comentados do Twitter por quase todo o dia.

Em certo ponto da publicação em questão, Fernanda Gentil revela que respeita todas as opiniões:

Respeito quem acha um crime ter o beijo gay. Agora, não vai bater em quem beija, entendeu? Respeito quem infelizmente é racista. Agora, vai discriminar, bater, matar porque é de outra cor? Aí não.

Assim que a matéria foi divulgada, começaram a surgir comentários nas redes sociais:

Fernanda Gentil me decepcionou tanto com essa fala. Preconceito não deve ser respeitado NUNCA, escreveu uma internauta. 

Por meio de sua conta no Facebook, a apresentadora postou um longo texto explicando sua fala:

O que aconteceu foi que eu falei por duas horas na entrevista, um papo bem sincero e legal, mas ele só cabe em uma página. Então frases, vírgulas e pontos são cortados, é normal. Uma ponta cola na outra e cria-se um novo contexto. E nesse novo contexto eu virei a dona de uma ideologia absurda, iniciou.

Ela ainda deu exemplos de opiniões que ela respeita:

Tem gente que acha que pai e mãe têm que aceitar de primeira e a qualquer custo, outros não. Alguns acham que a solução é sufocar o sentimento, muitos não.  Enfim... uma infinidade de opiniões diferentes dentro de um mesmo assunto que gera debate, como qualquer outro assunto nessa vida. E são essas opiniões que eu respeito! Não existe respeitar a homofobia. O racismo. A gordofobia. E nenhuma outra fobia. Esses ismos e fobias pra mim são, antes de mais nada, aversão à gente, exemplificou.

E reforçou:

O que eu respeito são as diferentes nuances de um assunto; até porque eu também tenho as minhas, e são diferentes de um monte de gente, e exijo respeito. Respeito o debate, por exemplo, sobre a bandeira - talvez eu levante menos bandeira do que uns gostariam, e muito mais do que outros imaginariam. Respeito. Mas o importante, pra mim, é não abaixar a bandeira.

Por fim, terminou seu depoimento dizendo que concorda com quem a atacou nesse momento, mas que está explicado o que aconteceu:

Pra quem me atacou, concordo com você. Eu também não me vi naquele lugar. Mas está explicado. Pra quem concordou com o que deu a entender por aquela frase, desculpa, mas nós não temos nada a ver. Esse é o lado ruim da força. Eu sou do lado bem oposto a ele.

No comentários da publicação, seus seguidores pareceram entender o erro:

A comunicação escrita não é pra todos, debate sim, julgamento jamais. Cada um tem o direito às suas escolhas e todos devem respeitar, comentou um.

Fada sensata, não engana e não decepciona nunca!!, escreveu outra.

Confira, abaixo, a declaração de Gentil sobre mudança na carreira:


Deixe um comentário

Atenção! Os comentários do portal Estrelando são via Facebook, lembre-se que o comentário é de inteira responsabilidade do autor, comentários impróprios poderão ser denunciados pelos outros usuários, acarretando até mesmo na perda da conta no Facebook.

Enquete

Você está ansioso para o nascimento do filho de Marília Mendonça?

Obrigado! Seu voto foi enviado.